Neste ano de eleições municipais, cada um dos 63 deputados da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) terá o incremento de R$ 18 mil na verba de gabinete, que passa de R$ 60 mil para R$ 78 mil mensais, retroativo a 19 de julho. A verba é usada para o pagamento de salários de assessores parlamentares, nomeados por livre escolha dos deputados. Com isso, o desembolso da AL só com essa verba será de R$ 4,9 milhões mensais. Cada deputado pode contratar até 25 assessores com salários que variam de R$ 622 até R$ 11 mil. Os nomeados trabalham, de forma flexível, no gabinete em Salvador ou em municípios onde o deputado tem base eleitoral. O presidente da Assembleia, Marcelo Nilo (PDT), justifica o desembolso dizendo ser “lei”. ( A Tarde ).

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *