O cantor e compositor mineiro Vander Lee morreu aos 50 anos na manhã desta sexta-feira (5) em Belo Horizonte. O músico passou mal durante uma aula de hidroginástica nesta quinta-feira (4) e foi internado no Hospital Madre Teresa, no bairro Gutierrez, na Região Oeste da capital mineira.

 

O assessor de imprensa do cantor, Fábio Gomides, informou às 10h30 que Vander Lee morreu por volta das 8h por causa de um ataque cardíaco. Ainda segundo ele, o cantor deixou três filhos: Lucas, Laura e Clara.

 

O corpo do músico será velado a partir do início da noite, no Teatro Francisco Nunes, no Parque Municipal, em Belo Horizonte. O velório será aberto ao público.

 

Em nota, o Hospital Madre Teresa informou que o cantor chegou à unidade depois de ser transferido de outro centro médico. Ele apresentava problemas na aorta com ruptura da coronária direita. O cantor foi operado e, segundo o comunicado, sem complicações. Ele foi levado para o CTI pós-operatório, onde apresentou arritmia seguida de parada cardíaca, sendo recuperado por até 11 vezes e não resistiu.

 

Nascido na capital, ele completaria 20 anos de carreira em 2017. Lee começou tocando em bares e teatros de Belo Horizonte e de outras cidades mineiras. Em 1996, ganhou o segundo lugar no festival Canta Minas, realizado pela TV Globo Minas, com a música “Gente não é cor”. Depois da premiação, o artista começou a produzir seu primeiro disco, ainda como Vanderly. Só a partir do segundo álbum passou a usar o nome Vander Lee.

Fonte: G1

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *