Realizada pelo Ministério da Saúde, a Campanha Nacional contra a Gripe pode não cumprir a meta estipulada na Bahia. Até o momento, somente 52,86% dos 2,2 milhões de habitantes do estado que se enquadram no grupo-alvo da ação foram vacinados. Em Salvador, o índice é ainda menor. Apenas 33% do público-alvo tomou a vacina, o que corresponde a cerca de 125 mil soteropolitanos. A campanha teve início no dia 5 de maio e termina nesta sexta-feira (25). O objetivo do ministério é imunizar 80% do público-alvo nacional. As doses ajudam a imunizar a população contra os três tipos mais populares de vírus, a Influenza A (H1N1 e H3N2) e a Influenza B. Desde 2009, quando houve um surto de influenza A, o número de mortes provocadas por gripe na Bahia caiu de forma drástica por causa da eficiência da campanha. No referido ano, foram 20 mortes. Já em 2010, apenas um caso foi registrado. No ano seguinte, nenhum. Idosos a partir de 60 anos, crianças de seis meses a 2 anos incompletos, gestantes, indígenas e profissionais de saúde devem procurar postos de saúde e vacinar-se gratuitamente. Informações do jornal A Tarde.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *