A Universidade Federal da Bahia (Ufba) vai pedir à Polícia Federal e à Procuradoria-Geral da República que investigue suspeita de fraude no concurso público para servidor técnico-administrativo da instituição, marcado para o próximo domingo (29). O suposto esquema fraudulento foi revelado pela Operação Gabarito, deflagrada pela Delegacia de Defraudações e Fiscalizações (DDF) da Polícia Civil da Paraíba, que desvendou uma rede criminosa especializada na venda de gabaritos de provas de concurso pelo país.

Um dos certames alvo da atuação da quadrilha foi o do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJ-PE), ocorrido no dia 15 de outubro. A DDF conseguiu descobrir provas concretas da atuação dos membros da quadrilha no certame no TJ-PE. Em nota enviada ao Bahia Notícias, a Ufba disse estar “convicta de que as especulações são infundadas”. No entanto, além de pedir as investigações, vai pedir à AOCP, empresa responsável pelo concurso, “para que ela não somente tome as medidas necessárias durante a realização das provas como também acompanhe e acione o seu corpo jurídico”.

Ba Cidades

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *