Após o sequestro do empresário e ex-prefeito de Valença, no baixo sul da Bahia, Ramiro Campelo, os bandidos entraram em contato com os familiares pedindo resgate para libertá-lo. De acordo com informações da Rádio Rio Una FM, de Valença, por questão de segurança, a família não divulgou o valor exigido pelos suspeitos e busca acelerar as negociações.  Ramiro é diabético e não pode ficar sem a medicação.

Muito conhecido na região como Tio Ramiro, o emprersário foi prefeito de Valença duas vezes. A polícia está na residência da família, no bairro de Bom Jardim, local afastado do centro da cidade, e uma equipe da divisão antissequestro de Salvador já foi acionada. Ramiro Campelo foi sequestrado na manhã desta quinta-feira (18/1), por volta das 8h30, quando saía de casa. Dois homens se aproximaram e renderam o empresário levando-o para um local ignorado.

Filho também foi alvo de sequestradores em 1996

Marcio Campelo Queiroz

Em julho de 1996, o filho de Ramiro, o estudante Márcio Campelo Queiroz, foi libertado por sequestradores dois dias após ser sequestrado, depois do pagamento de resgate pela família. Na ocasião, os sequestradores teriam pedido R$ 500 mil. Ele foi deixado amarrado no porta-malas de um carro utilizado pelo empresário para levar o pagamento. Ramiro deixou o dinheiro no local combinado e voltou duas horas depois, conforme o negociado, quando encontrou o filho.

Márcio Campelo Queiroz foi sequestrado a 50 metros de sua casa, no centro de Valença. Ele estava se dirigindo para a casa de um amigo quando seu carro foi “fechado” pelos sequestradores. Eles o obrigaram a entrar em outro veículo. Segundo o empresário contou à polícia, o estudante disse que ficou dentro de um buraco, com os olhos vendados e que comeu apenas pão e água.

Ba Cidades

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *