Até agosto de 2012 foram registrados 48 casos de agressão envolvendo adolescentes em escolas públicas e particulares de Salvador, segundo estatística da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). O número é menor que o registrado no mesmo período de 2011, quando foram contabilizadas 113 situações do mesmo tipo.

De acordo com a delegada titular da Delegacia do Adolescente Infrator (DAI), Claudenice Mayo, a redução no número de ocorrências em relação a 2011 se deve às greves da Polícia Militar e dos professores, que afetaram a realização das aulas. “Isso aconteceu por causa da greve tanto dos professores, quanto dos policiais militares. As aulas só recomeçaram agora. Os números ainda são muito altos tendo em vista que não houve paralisação em 2011”, afirma.

O último caso de agressão aconteceu no dia 11 de setembro, quando uma jovem de 17 anos ficou ferida no antebraço após a briga com uma colega no Colégio Estadual David Mendes Pereira, em Colinas de Pituaçu, na capital baiana.

De acordo com a polícia, após uma discussão entre as adolescentes, a agressora invadiu a cantina do colégio, pegou uma faca e cortou o braço da vítima, que também foi atingida por um soco no olho. (G1).

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *