Os vereadores Marcos Muniz (Chispita) e Ailton Santos, o deputado estadual Rogério Andrade e o vice-prefeito Joanito Barbosa estão envolvidos nessa polêmica. “É muito pai para pouca obra”, disse o repórter Joselito Fróes durante a entrevista com Joanito Barbosa.

Barbosa negou que esteja havendo polêmica, e que o mais importante é o benefício que a obra está proporcionando para cerca de quinhentas famílias que antes não tinham água de qualidade.

Joanito destacou que a obra é fruto de uma parceria entre governo estadual e prefeitura, através de um convênio assinado pelo prefeito Euvaldo Rosa com a Embasa. Sobre a questão da autoria, Joanito disse que quem pode assumir a autoria de fato é a comunidade da Boa Vista,  que com determinação, procurou vereadores e outros líderes políticos para solucionar o problema da água. “A comunidade jogou sobre os nossos ombros a responsabilidade de caminhar com ela. O momento agora não é de saber quem levou a água para o local ou quem deixou de levar, e sim, de ver o valor do benefício que está sendo implantado”, ressaltou.

O vereador Chispita esteve na rádio Recôncavo FM na manhã desta sexta-feira (25) e garantiu que o projeto na Boa Vista foi feito por ele. “Tem gente que quer ‘pegar ponga’ de uma obra tão relevante como essa” disse.

Recentemente, houve o lançamento dessa obra, e o vereador Albino Martins, natural da Boa Vista, sentiu-se excluído, pois, segundo ele, não deram oportunidade para que ele falasse durante o evento. Sobre esse fato, Joanito esclareceu que a palavra estava franqueada para quem quisesse usar. “Eu não me lembro de ter visto Bino, nem de não ter deixado ele falar”, completou.

Da Redação, Bruna Leal

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *