A senhora Simone Gonçalves, residente na Avenida Esperança, Bairro Maria Preta, em Santo Antônio de Jesus-BA, está tentando há alguns meses ser ressarcida do prejuízo causado por um vazamento de água na tubulação da Embasa.

Em entrevista ao Tribuna do Recôncavo, nesta segunda-feira (18/02), Simone contou que no dia 7 de setembro de 2018 foi no centro da cidade, e ao retornar encontrou sua casa alagada. O vazamento aconteceu às 16h30 em frente a residência da reclamante.

Simone contou que teve seus móveis quase todos danificados:

  • Um centro de sala
  • Um aparador
  • Um guarda roupa
  • Uma cômoda
  • Uma mesa de computador
  • Um jogo de sofá; e,
  • Um fogão

Segundo Simone, o valor do prejuízo foi em torno de R$ 7 mil reais, mas durante a negociação com os representantes da Embasa, realizada no dia 11 de janeiro, ela aceitou um acordo de R$ 3 mil reais para ser pago em cheque, no entanto, até o presente momento o pagamento não foi feito. “Já liguei pra lá várias vezes e eles sempre falam que a documentação estava com o jurídico, aí eu fui na Embasa hoje [18] e eles me falaram que os papeis voltaram do jurídico, mas que o ressarcimento ainda não estava liberado”, disse Simone, ressaltando que procurou a imprensa por não suportar tamanha demora e burocracia da Embasa para fazer o pagamento do valor acordado.

Texto: Hélio Alves/ Tribuna do Recôncavo

Confira o vídeo:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *