Acontece nesta quinta-feira (17), a partir das 19h01, no Antonius Imperial Hotel, a cerimônia de posse do novo Chefe da 6ª Residência de Manutenção do Derba, o engenheiro Rycart Pinheiro, que volta ao cargo após um ano e meio. Rycart foi o entrevistado do programa Andaiá Urgente desta quinta-feira, e falou sobre a sua volta ao órgão e sobre a sua saída do PCdoB.
O engenheiro disse que entende sua volta ao órgão como uma missão. “Se Deus colocou no meu caminho, é porque eu ainda preciso ensinar alguma coisa, ou aprender alguma coisa, ou fazer mais ainda. Se Deus colocou no meu caminho essa incumbência, eu tenho que fazer da melhor maneira possível.” Disse.
Rycart também falou sobre o tempo em que ficou fora da cidade. “O tempo lá fora foi de trabalho. Já concluí o mestrado. Então lá fora, foi trabalhar. O bom de voltar para o Derba é voltar para Santo Antonio de Jesus que eu amo. É minha família, minha casa e vou passar a maior parte do tempo aqui. Eu passei algum tempo na Vale do Rio Doce, montei uma construtora, abri algumas estradas aqui na Bahia e em Minas Gerais e retono com mais alguma experiência, quase um ano e meio depois. Essas experiências agora deverão ser explicadas.” Comentou.
O entrevistado revelou que sua saída do PCdoB para o PSD começou com uma promessa feita ao mestre de capoeira, Beto Cavalo, que faleceu em dezembro, de quem era amigo. “Eu saí do PCdoB e fui para o PSD, de meu amigo Aloísio Andrade, do filho dele Rogério Andrade, já vinham convidando há algum tempo e depois do trágico acidente com meu irmão, Mestre Beto Cavalo, decidi seguir outro rumo. Desejo boa sorte aos camaradas do PCdoB. Mas, estou no PSD e pretendo continuar. Fui eu quem levou Beto Cavalo para o PCdoB, ele tinha vontade de sair e eu sempre segurando, segurando, e num comum acordo, eu disse a ele que nosso caminho era sair. Logo após, a morte dele, eu cumpri a promessa que havia feito e trilhei meu caminho, não mais com ele, mas só, no PSD.”
Para finalizar o entrevistado convidou a todos para sua posse e para colaborar com o trabalho que será realizado. “O Derba é uma autarquia a serviço da comunidade, estará de portas aberta a quem tiver sugestões, críticas, ou reclamações. Porque são 37 municípios, mais de 1000 km de malha rodoviária e nós não somos onipresentes. São quase 1 milhão de habitantes nessa jurisdição. Os recursos são limitados, as necessidades não. Então a responsabilidade não é dobrada, é triplicada. Vamos tentar otimizar esses recursos para chegar ao maior número possível de baianos.

Fonte: RBR

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *