O deputado Rogério Andrade (PSD) mostrou-se tranquilo quanto ao pedido de Carlos Gaban (DEM) para que o mandato do ex-colega de partido seja cassado pela quantidade de faltas no ano de 2011. Em conversa com o Metro1, Andrade classificou como revanchismo e perseguição do Democratas e do próprio Gaban.

“Estou muito tranquilo. O que tenho notícia pela imprensa é que na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) o requerimento do meu suplente, deputado Gaban, foi arquivado por unanimidade e que ao chegar na mesa, que é quem tem o poder de decidir e julgar, foi designado um relator, o deputado J Carlos (PT), que deu um parecer acompanhando a CCJ pelo arquivamento”, explicou.

Andrade, que é pré-candidato à Prefeitura de Santo Antônio de Jesus, alfinetou o ex-deputado Gaban. “Quando ele era presidente da Assembleia, abonou todas as faltas que foram justificadas por todos os deputados de todos os partidos. Então é um revanchismo do partido que eu fiz parte, é uma perseguição do deputado Gaban que, uma vez derrotado nas urnas, quer meu mandato a todo custo”.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *