Pessoas sedentárias que, planejem iniciar a prática de exercícios físicos precisam passar por uma avaliação médica prévia. O objetivo é minimizar potenciais riscos à saúde, já que doenças graves que se apresentam sem sintomas por algum tempo podem se manifestar durante os exercícios, tornando-se um risco. Algumas dessas doenças são hipertensão arterial; diabetes; doenças do aparelho locomotor, como hérnias de disco, artrite, artrose, e cardiopatias – doença arterial coronariana, insuficiência cardíaca, cardiomiopatia hipertrófica, miocardites, arritmias, entre outras. “Até mesmo a temível morte súbita pode surpreender um novo atleta. A adequada avaliação antes dos exercícios visa, justamente, reduzir as chances de ocorrências médicas”, alerta o cardiologista Luiz Agnaldo Souza. Segundo o médico, “uma avaliação completa pode envolver uma equipe multiprofissional, composta por médico, profissional de educação física e nutricionista. Caso o praticante não apresente riscos e/ou problemas de saúde prévios na avaliação e esteja liberado para suas atividades, o acompanhamento médico especial é facultativo. Entretanto, atletas de alto rendimento devem buscá-lo, a fim de prevenir possíveis complicações advindas da própria rotina de treinamentos.

Leia Mais

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *