Três investigadores da Polícia Civil e o filho de um deles são suspeitos de participação na morte de um detento de 21 anos dentro da delegacia de Porto Seguro, extremo sul da Bahia. Eles têm 44, 43, 42 e 22 anos e já são considerados foragidos da Justiça, informa a Secretaria  de Segurança Pública em nota divulgada por volta das 19h desta segunda-feira (16). Os mandados de prisão preventiva foram expedidos pelo juiz André Marcelo Strogenski, da 1ª Vara Criminal, durante a manhã desta segunda-feira. O motivo do crime ainda não foi desvendado.

A SSP-BA diz que o jovem não resistiu aos ferimentos e morreu em uma unidade de saúde depois de sofrer agressões dentro da sala de investigação da delegacia, na noite de sábado (14). O laudo pericial inicial aponta que a vítima sofreu traumatismo craniano.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *