O deputado federal não reeleito Lúcio Vieira Lima (MDB-BA) foi denunciado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta segunda-feira (28). A denúncia parte de um desdobramento da Operação Lava Jato e se refere ao pagamento de R$ 1,5 milhão ao parlamentar em 2013. Ele é acusado de ter recebido a “vantagem indevida” por integrantes da Odebrecht.

 

Além de Lúcio, Marcelo Odebrecht, Cláudio Melo Filho, José de Carvalho Filho e Carlos José de Souza Filho também foram denunciados.

BN

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *