Nesta obra, a mutuipense Joanice Conceição deixa um legado profundo e enigmático sobre a construção das masculinidades e feminilidades em dois lócus de rituais mortuários no contexto baiano, onde a presença-ausência dos corpos femininos/masculinos racializados se performatizam e se generificam através de atos, divisões, rituais, hierarquias e simbologias de ocupação dos espaços sagrados. O protagonismo das mulheres em um determinado culto e a predominância de homens no outro, levaria a pensar nas identidades de gênero dicotômicas e essencializadas na concepção do corpo dividido entre o masculino e o feminino, todavia, a grande contribuição da pesquisa de Joanice Conceição é revelar que o gênero se transmuta no corpo e nos códigos culturais que o inscreve.

Drª Ana Cláudia Pacheco acrescenta que para a autora, Joanice Conceição, os rituais, as divisões sexuais, as relações de poder foram estruturantes na produção de novas subjetividades engendradas pelo gênero na manutenção e na transgressão das relações sociais hegemônicas: ou seja, “as mulheres, ao invés de questionarem a exclusão feminina nos rituais, usam o corpo para subverterem a ordem vigente […] “Mulheres e homens usam estratégias corporais da masculinidade hegemônica e da feminidade dita subalterna para vencer as contradições rituais”. É uma obra primaz, é o sagrado colocando em desuso às concepções tradicionais da identidade de gênero na vida cotidiana.

*Texto baseado na apresentação feita pela Profª Drª Ana Cláudia Pacheco na 4ª capa do livro.

Sobre a autora:

Joanice Conceição é Professora Adjunta da Universidade Federal Fluminense (UFF –RJ), Pós-Doutora em antropologia, pela Universidade Federal do Piauí; possui Doutorado e Mestrado em Ciências Sociais/Antropologia pela PUC-SP, além de realizar consultorias, cursos e palestras sobre os temas identidade, religião, relações raciais, gênero e educação etnicorraciais.

Joanice é autora de vários artigos sobre antropologia, Gênero e religiões afro-brasileiras; Organizou o livro Masculinidades e Feminilidades como Estratégias de Poder (2012). É coautora dos livros A Transversalidade de Gênero na Produção do Conhecimento e nas Políticas Públicas (2017); Gênero e Sexualidades: Entre Invenções e Desarticulações (2017); Gênero, Trans e Multidisciplinar e Nkisi na Diáspora: Raízes Religiosas Bantu no Brasil (2013). Coordena Azania: Grupo de estudos e pesquisas em Cultura, Gênero∕Sexualidades, Raça∕Etnia, Classe, Performance e Religião -UFF∕CNPq.

 

Joanice Conceição está fora de Mutuípe desde 1990, ano em que concluiu o  2º grau; era moradora da Rua da Cajazeira; Além de Mutuípe desenvolveu seus estudos em Salvador, onde graduou-se em Pedagogia, em São Paulo tornou-se Mestre e Doutora pela PUC-SP, com parte deste último, no ISCTE, Lisboa, PT; há 2 anos mora no Rio de Janeiro.

 

Eventos de Lançamento Previstos:

São Paulo

10 de Novembro de 2017 às 19h00

Livraria Martins Fontes – Av.Paulista – SP

14 de novembro de 2017 às 19h00

Aparelha Luzia – Rua Apa, 78, Campos Elíseos, SP

 

Rio de Janeiro

24 de Novembro de 2017 às 17h00

Livraria Travessa – 7 de Setembro – Rio de Janeiro/RJ

28 de Novembro de 2017, às 19:30Min.

Grupo de Estudos Bráulio Goffman

Trav. Bittencourt , S∕N, Quintino, RJ

Pará e Bahia (a definir)

A obra pode ser adquirida nas principais livrarias e nos sites da editora www.pacolivros.com.br/Irmandade e Amazon https://www.amazon.com.br/dp/8546210349

Tribuna do Recôncavo

  1. Where did you go to university? metoprolol tartrate cause hair loss As detailed variously in the charging instruments filed against Halliburton and against Badalamenti, during the relevant time period Badalamenti was Halliburton’s cementing technology director. In May 2010, in connection with Halliburton’s internal post-incident examination of the Macondo well, Badalamenti directed a senior program manager for Halliburton’s Cement Product Line (Program Manager) to run two computer simulations of the Macondo well final cementing job using Halliburton’s Displace 3D simulation program. Displace 3D was a next-generation simulation program that was being developed to model fluid interfaces and their movement through the wellbore and annulus of a well. The modeling sought to compare the 21 centralizers Halliburton had recommended to BP versus the six centralizers BP ultimately used. As detailed in the charging documents, the simulations indicated to those present that there was little difference between using six and 21 centralizers on the Macondo well. Badalamenti directed Program Manager to destroy these results, and Program Manager did so.

  2. perfect design thanks clotrimazole 7 day walgreens Meanwhile, Anwar Al-Awlaki has been targeted and killed by a drone strike, validating Sloan’s inclination to pay more attention to the issue. The report launches the ACN staff into a spirited debate over the legal and moral implications of the U.S. war on terror. Will gets defensive, hiding behind his Republican ideology when he appears reluctant to critically delve into the issue.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *