A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que o parecer que aponta seu envolvimento no esquema de corrupção na Petrobras (veja aqui) “foi elaborada para servir de manchete para a imprensa”. Em nota, os advogados Cristiano Zanin Martins e Roberto Teixeira disseram que a peça “não é técnica”. “As afirmações relativas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva inseridas na petição têm por objetivo encobrir a falta de argumentos do MPF sobre a incompetência da Vara de Curitiba para conduzir o caso”, criticaram. Para a defesa, Lula é alvo de “afirmações difamatórias” por parte de membros do Ministério Público Federal (MPF) e o órgão submeteu o ex-presidente e seus familiares “a uma indevida devassa e verificou que o ex-presidente não cometeu qualquer crime”. “A divulgação dessa manifestação do MPF à imprensa não pode ser vista senão como ato de retaliação ao comunicado dirigido à ONU e mais um passo na perseguição política contra Lula”, concluem os advogados.

 

Fonte: Bahia Notícias

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *