O Ministério da Educação (MEC) criou uma comissão para avaliar as questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), de acordo com reportagem do Estadão. O grupo é composto por três pessoas, entre eles um ex-aluno do ministro Ricardo Vélez Rodríguez.

A comissão terá acesso ao ambiente de segurança máxima onde fica a prova, a fim de “verificar sua pertinência com a realidade social, de modo a assegurar um perfil consensual do exame”.Ao jornal, o MEC negou que a criação da comissão seja censura.

O grupo ainda vai emitir um parecer que avaliará as questões que serão retiradas do exame.  Depois disso, o diretor de Avaliação da Educação Básica do Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais do MEC (Inep), Paulo Cesar Teixeira, junto com a equipe técnica especialista em exames do órgão, ainda poderá discordar.

O presidente do Inep, Marcus Vinícius Rodrigues, também decidirá se a questão sai ou fica. Teixeira é ligado a Igreja Católica e Rodrigues foi indicado por militares.

METRO 1

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *