De acordo com o site Brasil 247, a mãe de Geddel ficou irritada com a situação. “Meu filho não é bandido, ele é doente”, teria dito a agentes federais. Dona Marluce Quadros Vieira Lima, mora num apartamento que fica no mesmo prédio onde Geddel estava cumprindo prisão domiciliar.

A PF chegou ao prédio, em Salvador, no bairro Jardim Apipema, por volta de 5h40. Geddel saiu em um carro da PF por volta de 7h direto para o Aeroporto de Salvador.

De acordo com O Antagonista, a PF encontrou digitais de Geddel Vieira Lima e Gustavo Ferraz, coordenador-geral da Defesa Civil de Salvador, nos maços de dinheiro, malas, paredes e maçaneta da porta do apartamento onde foram achados R$ 51 milhões na terça (5).

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *