Na última segunda-feira (25) foi comemorado o Dia Nacional do Mototaxista. A data homenageia cerca de 5,5 milhões de profissionais em todo o País, segundo a Federação Nacional dos Mototaxistas (Fenamoto). Em 2009, o Senado federal aprovou o projeto que regularizou os mototaxistas como profissionais.

Para trabalhar como mototáxi é preciso cumprir alguns requisitos estabelecidos pela lei. Uma das exigências é ter 21 anos e estar habilitado na categoria A, para motos, há pelo menos dois anos. Para conduzir as motos, é preciso usar coletes com faixas refletivas e ante corta-pipa.

Os futuros mototaxistas ainda precisam passar por um curso específico para categoria em autoescolas. Nas páginas dos Departamentos de Trânsito (Detran) de cada estado, é possível conferir a lista de instituições credenciadas para oferecer o curso. Nas aulas eles aprendem noções básicas de legislação de trânsito, a importância do uso dos equipamentos de segurança e da prudência no trânsito.

Além disso, para exercer a profissão, é preciso se credenciar à prefeitura, que fornece as outorgas de condução remunerada de passageiros por meio de editais. Cada governo estabelece outras regras específicas para a concessão das autorizações.

Para participar da seleção, os candidatos a mototaxistas devem apresentar a Carteira Nacional de Habilitação,  certidão negativa de antecedentes criminais, além de Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) em seu nome.

Fonte: Portal Brasil

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *