A Justiça determinou que a Empresa Baiana de Alimentos (Ebal) readmita mais de mil e setecentos funcionários demitidos desde 2014 dos supermercados da rede Cesta do Povo. A deisão responde a uma do Ministério Público do Trabalho que já havia conseguido uma liminar com o mesmo efeito em dezembro do ano passado.

No último mês de abril, a Ebal foi vendida para a NGV Empreendimentos e Participações, mas a decisão judicial tem como réu o Governo do Estado que era o maior acionista da empresa antes da venda e, caso a decisão seja mantida, será obrigado a reaver os empregos de todos os demitidos.

Ainda não se sabe se o Governo do Estado poderá recorrer da decisão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *