O governo federal decidiu antecipar os pagamentos do 13º salário de aposentados e pensionistas e do abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) em 2021, de acordo com Mônica Bergamo, colunista do jornal Folha de São Paulo.

A medida é uma forma de o governo compensar o fim do auxílio emergencial, programa que injetou R$ 254 bilhões na economia e foi a única ou principal renda de milhões de brasileiros. Ao todo, 66,4 milhões receberam pelo menos uma parcela do benefício.

A ideia é que os pagamentos antecipados do 13º do INSS e do abono salarial PIS/Pasep comecem entre fevereiro e março.

Segundo a coluna da Folha, por ser considerada mais viável do que criar novas parcelas do auxílio ou ampliar o Bolsa Família, a medida, tem apoio do ministro da Economia, Paulo Guedes, porque não tem custo fiscal, já que esses recursos já estavam previstos no orçamento e serão apenas desembolsados com antecedência pelo governo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *