Além de delatar Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o doleiro Lúcio Funaro desafiou o ex-deputado federal a passar, junto com ele, por um teste em um aparelho detector de mentiras. O objetivo é provar perante a Justiça que é ele quem diz a verdade acerca da Operação Sépsis, na qual os dois são réus. “Estou à disposição para fazer um teste de polígrafo junto com o deputado Eduardo Cunha para acabar com esse negócio de que sou mentiroso”, afirmou Funaro na frente do ex-presidente da Câmara Federal. Segundo informações da Agência Brasil, a afirmação foi feita em tom exaltado durante interrogatório, nesta terça-feira (31). Irritado com as perguntas feitas pelo advogado de Cunha, Délio Lins e Silva Júnior, o operador financeiro afirmou que tem como provar as despesas que pagou em nome do ex-deputado nos últimos 15 anos. “Tenho como provar como gerei o dinheiro, como paguei, que eu paguei o advogado dele na Suíça, tenho todas essas provas. Aí eu quero ver como ele vai negar”, disse. De acordo com Funaro, entre as contas pagas estão carros de luxo e um apartamento em São Paulo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *