O governo de São Paulo anunciou, nesta terça-feira, que a eficácia global da CoronaVac, vacina contra a covid-19 desenvolvida em parceria da farmacêutica chinesa Sinovac com o Instituto Butantan, é de 50,38%.

A divulgação do percentual foi feita pelo secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, pelo diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, e por integrantes do Centro de Contingência de combate ao coronavírus no Estado de São Paulo.

O secretário Jean Gorinchteyn celebrou o fato de a CoronaVac ter mais de 50% de eficácia global, o mínimo recomendado pela Organização Mundial de Saúde e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária para imunizantes contra a covid-19. Segundo ele, os dados apontam uma vacina absolutamente segura e que mostrou a sua capacidade de produzir anticorpos que neutralizam o vírus.

Na última quinta-feira, o governo paulista afirmou que a CoronaVac tem eficácia de 78% para prevenir casos leves e prevenção total a mortes, casos graves e moderados da covid-19. A ausência da eficácia global no anúncio foi alvo de críticas de pesquisadores e cientistas. De acordo com o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas,  nenhum laboratório divulgou a eficácia global antes do imunizante obter aprovação de uso emergencial por uma agência regulatória.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *