Presente em um dos camarotes mais luxuosos do Carnaval de Salvador, a atriz Jeniffer Nascimento sabe que é uma exceção. Cantora e atriz, ela acaba de encerrar sua participação na novela “Pega Pega”, da TV Globo, e já foi uma das vocalistas da banda Girls. Mas como mulher negra, ela lamenta que muitos não consigam essa visibilidade e espaço. “Quando eu chego em um lugar, eu tenho o costume de contar e é triste quando eu vejo poucos [negros], ou quando eu vejo muitos só trabalhando, só subordinados. Mas tem um lado bom: eu tô representando eles. Por mais que eu seja uma exceção, a galera que está aqui dentro trabalhando vai olhar para mim e vai pensar: ‘Pô, amanhã, se eu trabalhar, eu posso estar ali curtindo. Representatividade é uma coisa muito importante. Sempre bato nessa tecla. Desde pequena, eu não tinha muitas referências. Eu usava química no meu cabelo até três anos atrás, porque eu não tinha em quem me inspirar. E hoje ver as criancinhas super empoderadas, eu me emociono”, avalia. Paulista, Jeniffer admitiu ao Bahia Notícias que prefere acompanhar a folia baiana e explica o que a fez se apaixonar por Salvador. “Comecei a vir pra Salvador em 2014 e desde então eu nunca mais passei Carnaval em outro lugar. Acho que a energia de Salvador é uma coisa muito única. Eu sou de São Paulo, e lá Carnaval é mais voltado para o samba, para o luxo das escolas de samba, das fantasias. E aqui o Carnaval é energia, é alegria, então é o melhor lugar. Todo ano eu vou na pipoca de Saulo e de Ivete, esse ano eu estou sofrendo que Ivete não está”, comentou ela, que nesta noite curte o Camarote Salvador. Sobre o futuro, a global adianta que deve investir mais em sua carreira musical em 2018, lançando um EP ou um single, incluindo parcerias com o namorado, o também ator e cantor Jean Amorim. “O que eu posso adiantar é que esse ano eu quero focar mais na minha parte musical. Eu comecei em musical, sempre consegui conciliar tudo muito bem, mas com a rotina das novelas a gente começa a deixar tudo de lado. E esse ano eu coloquei a missão de gravar minhas músicas para lançar, porque o público pede”, explicou.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *