Polícia Civil e Ministério Público avaliam como positiva a posição da Bahia na 7ª pior colocação do ranking de estados que enviaram casos de homicídios à Justiça. Os números, da Estratégia Nacional de Segurança Pública (Enasp), foram divulgados terça. “Por se tratar de inquéritos que estavam parados, consegui finalizar 2.994 deles (de 11.536 acumulados até 2007) é um número bom”, diz Nivaldo Aquino, coordenador do núcleo do Júri (MPE) e representante da Enasp na Bahia. “Além da escassez de pessoal, as dificuldades da investigação são muitas, principalmente localizar parentes e testemunhas. Novas metas, que incorporam os homicídios de até 2008, visam reduzir a sensação de impunidade no estado”, diz Daniela Andrade Queiroz, responsável pela campanha no Departamento de Homicídio. (Correio)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *