Com 18 votos a favor e duas abstenções, o Conselho Nacional de Educação (CNE) aprovou a Base Nacional Comum Curricular para o ensino médio nesta terça-feira (4). Sem necessidade de votação no Congresso, as normas entram em vigor imediatamente.

Parte de um conjunto de mudanças, que englobam a reforma do ensino médio aprovada em 2017 e a homologação das diretrizes curriculares aprovada em novembro, a BNCC define o conteúdo mínimo que os estudantes deverão aprender nas escolas.

Na prática, a principal mudança significa que apenas português e matemática terão carga horária obrigatória nos três anos do ensino médio. O conteúdo das demais matérias poderá ser distribuído em um, dois ou três anos. Além disso, os currículos estaduais têm até o início do ano letivo de 2022 para se adequar ao novo modelo de ensino. (Bahia Noticias)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *