Uma iniciativa inédita da Defensoria Pública da União (DPU) vai inscrever textos produzidos por presos e jovens em unidades socioeducativas que frequentam o ensino regular no 3º Concurso de Redação do órgão.

Para assegurar a participação dos interessados, as unidades prisionais devem preencher o formulário da DPU e remeter os trabalhos até 29 de setembro.

Até 30 de agosto, 35 unidades prisionais tinham inscrito concorrentes. O tema desta edição é “Mais Direitos, Menos Grades!” e abrange todas as escolas públicas do País. A ideia é promover o debate que articule educação e cidadania e abra espaço para troca de experiências.

Os candidatos concorrem em seis categorias. Os melhores receberão um tablet como prêmio. No caso das unidades prisionais, será premiada uma redação por estado. E o prêmio ficará sob a guarda do gestor da unidade até que o preso deixe o sistema prisional. Além da premiação, eles terão direito a 12 horas de atividades para fins de remição de pena.

Três unidades receberão certificado e um valor de R$ 10 mil na Categoria-Escola. Os recursos deverão ser revertidos em equipamentos em proveito dos alunos. Professores e gestores de educação ganharão um certificado de honra ao mérito. A solenidade de entrega das premiações está marcada para 15 de dezembro.

Fonte: Portal Brasil 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *