Engana-se quem pensa que para escolher a melhor fragrância basta sentir o cheiro de vários perfumes dentro de uma loja. Aqui, no Delas , já explicamos a importância de saber as diferenças entre os tipos de perfume . Entretanto, há muito mais para se falar. Existem até mesmo cursos sobre o assunto para profissionais e interessados.

Engana-se quem pensa que para escolher a melhor fragrância basta sentir o cheiro de vários perfumes dentro de uma loja. Aqui, no Delas , já explicamos a importância de saber as diferenças entre os tipos de perfume . Entretanto, há muito mais para se falar. Existem até mesmo cursos sobre o assunto para profissionais e interessados.

1. Mito do fixador

Alessandra explica que não existe um ingrediente mágico que é adicionado ao perfume para que ele dure mais. Na verdade, o que determina a duração da fragrância é a combinação da quantidade da essência e do estilo olfativo do perfume. Os cítricos leves, por exemplo, duram menos do que os amadeirados marcantes.

Já em relação ao tipo de perfume, o La Vie Est Belle, da Lancôme, por exemplo, é um  Eau de Parfum. Isso quer dizer que ele tem uma concentração de essência que varia entre 18% a 25% e uma duração que pode alcançar até 12 horas. É diferente de um Eau de Toilette, que pode perder seu aroma após oito horas. O La Vie Est Belle é o perfume mais vendido da Sephora , e pode ser adquirido por R$299,00 ou em até 10x de R$29,90 .

2. Reaplicar sim

Perfumes frescos e leves, como os cítricos, florais frescos e lavandas, evaporam mais rápido e pedem para ser reaplicados ao longo do dia. A especialista explica que o importante é saber o que esperar do perfume escolhido. Os levinhos foram feitos para refrescar, dar bem-estar e, por isso, duram menos. Reaplicar o produto faz parte do ritual de frescor, algumas borrifadas ao longo do dia vão fazer toda a diferença.

Uma boa opção de perfume mais leve é o Laguna, um Eau de Toilette, da Salvador Dali. É o quinto mais vendido em todo o site da Sephora e pode ser adquirido por R$99,00 ou em 4x de R$24,75 .

3. Não sinto mais o meu perfume

A especialista explica que o nosso cérebro aciona um sistema que impede de continuarmos a sentir a fragrância com a mesma intensidade o tempo todo. “É uma forma de nos proteger e de preservar nosso bem-estar, para continuarmos sentindo os demais cheiros ao nosso redor.”

4. Mito do grão de café

Segundo Alessandra, os grãos de café encontrados em lojas de perfume, além de não serem recomendados por questões de higiene, acabam sendo um cheiro a mais. Isso atrapalha a experimentação. “Bom mesmo é sentir entre três e cinco perfumes por vez. Depois, descansar o nariz sentindo o cheiro da própria pele e bebendo uma aguinha”, recomenda.

5. Onde guardar

Guardar o perfume no banheiro não é uma boa ideia. De acordo com Alessandra, a luz e a umidade são os maiores inimigos do perfume porque aceleram o processo natural de oxidação. A dica é guardar o frasco dentro do armário, longe da luz ou até mesmo dentro da geladeira.

Agora, é só escolher

Sabendo as informações acima, você já estará mais preparada para comprar seus perfumes ou dar alguma fragrância de presente para alguém querido.

IG

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *