As centrais sindicais suspenderam a greve geral convocada para a próxima terça-feira (5) contra a reforma da Previdência. A matéria iria para votação na quarta-feira (6), mas o governo decidiu retirá-la da pauta da Câmara dos Deputados. Apesar da suspensão, Força Sindical, CUT, UGT, CTB, Nova Central e CSB afirmam que continuam em alerta, convocando e organizando os trabalhadores para paralisar as atividades quando for necessário. O governo trabalha com a possibilidade de votar a reforma da Previdência no dia 13.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *