O Vitória perdeu para o Internacional por 2 a 1, neste domingo (30), no Beira-Rio, pela 27ª rodada do Brasileirão. Entretanto, o técnico Paulo Cézar Carpegiani mal respondeu sobre o desempenho da sua equipe. O treinador foi bastante questionado sobre o pênalti mal marcado que resultou no gol do triunfo Colorado.

 

“Em 2016 tive o mesmo problema no Coritiba. O Valdívia fez o gol e depois falou. O Internacional é um time grande, não precisa disso. Não vou nem dizer em relação ao pênalti. Quero comentar o lance do primeiro gol. O Cuesta derruba o Yago, e aí prossegue o lance e surge o gol. Uma falta bem clara. Fui no final do jogo dizer a ele que ele veria na TV o lance do pênalti e se arrependeria. No vídeo ele não está nem prestando atenção, foi comunicado, mas não sei por quem. Foram também cartões bobos, faltas invertidas. Uma arbitragem muito ruim para os dois lados. O nível técnico tem deixado a desejar. Sou uma pessoa pública, estou sujeito a críticas e elogios, e ele também. A parte técnica foi sofrida. Um espetáculo firme e disputado, o Inter com um ritmo muito forte. Nós controlamos algumas partes do jogo. Isso que vi da partida”, reclamou.

 

Sobre a utilização do árbitro de vídeo, o treinador se mostrou a favor da tecnologia. Vale lembrar que no início do ano, o Leão foi um dos clubes que não aceitaram pagar o VAR para o certame nacional.

 

“Esses erros acontecem a todo instante. O VAR iria fazer justiça as coisas erradas que acontecem no futebol. O futebol europeu tem uma arbitragem fantástica e dificilmente eles erram, e mesmo assim contam com o VAR. Aqui não temos e acaba prejudicando determinados clubes. Eu sou a favor que tenha o auxílio. Temos algumas exceções, mas de maneira geral, tecnicamente tem deixado a desejar. Até o final do ano devem acontecer partidas que acabem prejudicando times que brigam por título ou pelo Z-4”, lamentou.

 

Com o revés, o Vitória continua na 15ª colocação com 29 pontos. O time encara o Santos, na próxima sexta-feira (5), às 21h30, no Barradão, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro.

BN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *