A bola ainda não rolou para a temporada 2018, mas já há definições importantes para o próximo ano. A Confederação Brasileira de Futebol divulgou nesta quinta-feira (21) como será a destinação de cotas da Copa do Brasil 2018.

Há um aumento em comparação com os valores das cotas de participação dos clubes. Quem ficar com o troféu no ano que vem desembolsará R$ 50 milhões, o que dá uma diferença de 733,33% em relação a última edição.

Os 70 clubes do Grupo 3 vão receber R$ 500 mil para disputarem a 1ª fase, 66,67% a mais do que no ano passado. As cinco equipes do Grupo 2 desembolsarão 880 mil, enquanto as sete do Grupo 1 vão ganhar R$ 1 milhão. O critério para disposição nos grupos é o Ranking Nacional de Clubes da CBF 2018.

Os times que alcançarem a classificação à Terceira Fase vão receber 1,4 milhão. Os valores aumentam de acordo com o avanço de fase: R$ 1,8 milhão na Quarta Fase, 2,4 milhões nas Oitavas de final, R$ 3 milhões nas Quartas, R$ 6,5 milhões na Semifinal. Além dos R$ 50 milhões para o campeão, o vice receberá R$ 20 milhões.

A premiação está entre as maiores em competições da América do Sul. O total de valor distribuído na Copa do Brasil 2018 aos 91 participantes será de R$ 278 milhões 290.

Confira a tabela:

Ranking Nacional dos Clubes (RNC) 2018

Palmeiras e Cruzeiro estão empatados na primeira colocação, com 15.288 pontos. Em seguida no Top 10, vêm Grêmio (15.092), Santos (14.884), Atlético Mineiro (14.312), Corinthians (14.076), Flamengo (12.796), Botafogo (11.958), Atlético Paranaense (11.718) e Internacional (11.368).

Confira o Ranking Nacional dos Clubes completo, com 220 times do futebol brasileiro:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *