O caminhão que bateu contra o helicóptero que levava o jornalista Ricardo Boechat e o piloto Ronaldo Quattrucci estava a cerca de 40 km/h no momento do acidente, que completa um mês nesta segunda-feira (11). A conclusão é de um laudo do Instituto de Criminalística (IC) de São Paulo.

 

O documento, divulgado pelo G1, comprova que o caminhão estava dentro do limite de velocidade ao  pedágio do Rodonel em direção à Rodovia Anhanguera. O motorista do veículo, João Adroaldo Tomackeves, teve apenas ferimentos leves e sobreviveu à colisão.

BN

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *