O governo brasileiro condenou a escalada de violência nas fronteiras da Venezuela com o Brasil e a Colômbia, no último sábado (23), que causou a morte de pessoas e deixou dezenas de feridos.

Em nota, o Ministério das Relações Exteriores classificou como criminosos os atos de violência praticado pelas autoridades venezuelanas e pediu apoio à comunidade internacional no reconhecimento de Juan Guaidó como o presidente efetivo do país vizinho.

“Trata-se de um brutal atentado aos direitos humanos, que nenhum princípio do direito internacional remotamente justifica e diante do qual nenhuma nação pode calar-se”, diz a nota. “O Brasil apela à comunidade internacional, sobretudo aos países que ainda não reconheceram o Presidente encarregado Juan Guaidó, a somarem-se ao esforço de libertação da Venezuela”, completa.

Grupo de Lima

O vice-presidente Hamilton Mourão e o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, viajam, neste domingo (24), para Bogotá. Eles vão participar de reunião do Grupo de Lima, que acontece na segunda-feira (25). O encontro contará com a presença do vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, e vai debater a crise na Venezuela.

Fonte: Planalto, com informações do Itamaraty e da Agência Brasil

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *