O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) alegou nesta quarta-feira (7) que falta de de “experiência” e “vivência política” levaram o futuro ministro da Fazenda, Paulo Guedes, a sugerir uma “prensa” no Congresso Nacional pela aprovação da reforma da Previdência até o fim deste ano (veja mais).

 

Segundo Bolsonaro, a palavra certa seria “convencimento”. “Não tem prensa, né? O que acontece com alguns do meu lado é que não têm a vivência política. Eu, apesar de ter, levo quantas vezes, levo cascudo de vocês? Imagina quem não tem essa experiência? A palavra não é prensa, é convencimento”, afirmou.

 

Na avaliação do presidente eleito, Guedes não tinha más intenções ao usar a palavra prensa. “Alguns podem querer interpretar de forma equivocada e querer levar para o outro lado. Ninguém vai pressionar o parlamentar. Nós vamos é convencê-lo”, declarou.

BN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *