Somente entre janeiro e maio deste ano a Bahia registrou 16.422 casos de hepatites, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (26), pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab).

“O vírus da hepatite A que, apesar de ser benigno na maioria dos casos, é de fácil transmissão; e os tipos B e C pelo fato de serem doenças silenciosas que podem evoluir para cirrose ou câncer do fígado”, pontua o hepatologista Allan Rego.

A hepatite B infecta, atualmente, 300 milhões de habitantes no mundo e cerca de um milhão de brasileiros. Já a do tipo C atinge de 130 a 150 milhões de pessoas no mundo e 1,5 milhão no Brasil.

Para alertar a população sobre a importância da prevenção, do diagnóstico precoce e do tratamento, a Organização Mundial da Saúde (OMS) criou o Dia Mundial de Combate às Hepatites Virais, lembrado nesta sexta-feira (28).

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *