Os advogados do ex-governador de Brasília José Roberto Arruda devem entrar com recurso contra sua condenação pela violação do painel eletrônico do Senado, durante o processo de cassação do senador Luiz Estevão. Eles irão se basear no fato de o Supremo Tribunal Federal ter absolvido o ex-presidente do Senado Antõnio Carlos Magalhães (DEM-BA), que atuou com Arruda na violação do painel. ACM foi julgado pelo STF porque, embora tenha renunciado ao mandato assim como Arruda, foi reeleito senador, recuperando o direito ao fórum privilegiado. O STF absolveu o ex-presidente do Senado sob o argumento de que, na época, não havia previsão na legislação para crimes eletrônicos desse tipo. (Poder Online/Ig)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *