A Agência Nacional de Vigilância Sanitária concedeu o primeiro registro de vacina contra a Covid 19, para uso amplo, nas Américas, ao imunizante do laboratório Pfizer/Biontech.

A informação foi publicada no portal da Anvisa na manhã desta terça-feira.

Se trata de aprovação do uso definitivo do imunizante.

A agência aprovou o uso emergencial de outros dois, a vacina Coronavac, desenvolvida em uma parceria do Instituto Butantan com a Sinovac, e a Covishield da Universidade de Oxford, Astrazeneca e Fiocruz.

O órgão informou que após um período de análise de dezessete dias, a Gerência Geral de Medicamentos, da Segunda Diretoria, decidiu pela concessão do registro do imunizante.

O Diretor-presidente da agência Antonio Barra Torres afirmou que o imunizante do Laboratório Pfizer/Biontech teve sua segurança, qualidade e eficácia, aferidas e atestadas pela equipe técnica de servidores da Anvisa.

O texto divulgado pela Anvisa destaca que entre as autoridades de referência pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), a agência brasileira é a primeira a conceder o registro de uma vacina Covid-19, com sete locais de fabricação certificados. Segundo a diretora da Anvisa, Meiruze Freitas, o registro abre caminho para a introdução no mercado de uma vacina com todas as salvaguardas, controles e obrigações resultantes dessa concessão.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *