O ano de 2017 foi o segundo mais quente já registrado na história. De acordo com a agência Reuters, um levantamento de um centro de monitoramento da União Europeia indica que a temperatura média na superfície da Terra foi de 14,7° celsius. A primeira colocação no ranking permanece com 2016, enquanto 2015 caiu para terceiro.

Dessa forma, os três últimos anos são os mais quentes já registrados no planeta. Esse tipo de mensuração começou ainda no final do século XIX. “Chama atenção que 16 dos 17 anos mais quentes aconteceram neste século”, declarou Jean-Noel Thepaut, chefe do Copernicus Climate Change Service, responsável pelo levantamento.

Considerando os anos sem ‘El Niño’, 2017 foi o mais quente, já que 2016 contou com o fenômeno, que contribui para o calor em diferentes regiões do planeta.

BN

  1. What are the hours of work? best rx promotions The Redwood City, California-based company, whosecompetitors include Oracle Corp’s Hyperion and SAP, allows businesses to analyze data on a cloud-basedbasis, using remote computers rather than a customer’s owncomputing infrastructure.

  2. Can you hear me OK? cefixime 400 mg price in india In Chile, dozens of protesters have been arrested after clashes with police on the 40th anniversary of General Pinochet’s 1973 military coup. Police used water cannon and fired tear gas as protesters threw stones and erected barricades. In the capital Santiago a bus was set on fire; 8,000 extra police were called in to maintain order.

  3. Who do you work for? low cost tricor Xinhua said the city will impose the odd-even driving rules on days when Beijing issues a red alert for air pollution, a situation that is happening more and more, according to the Beijing Municipal Heavy Air Pollution Emergency Response Program.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *