O empresário Mário Seabra Suarez se apresentou nesta quarta-feira (3), espontaneamente, na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba tendo em vista a decretação de sua prisão preventiva pelo Juiz Federal Luiz Antonio Bonat, da 13ª Vara Federal de Curitiba (PR).

Ele teve sua prisão inicial decretada em novembro de 2018 na 56ª fase da Operação Lava Jato, mas em dezembro teve sua prisão relaxada, liminarmente, no Superior Tribunal de Justiça (STJ), por força de um “habeas corpus”. No entanto, no dia 27 de março, o ministro relator tornou sem efeito a decisão liminar.

Residente em Salvador, o acusado encontra-se recolhido sob custódia da PF, e ali ficará à disposição da Justiça Federal.

BN

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *